Dedicados à minha mãe com humor!

“Os dois versos que se seguem
são dedicados à minha mãe”


Breve Introdução


Para se perceber o sentido dos dois versos seguintes, tenho que vos contar a breve história. A minha mãe, personagem (engraçada e importante) que faz parte da minha vida, assim como todas as mães, tem lá as suas manias...manias essas que, o meu pai e eu levamos com o maior sentido de humor possível. Ora vejamos...é muito despassarada, nunca sai de casa com tudo o que precisa, volta uma vez e outra a casa à procura de qualquer coisa (diz o meu pai... - anda à Procura da Rolha!), tem a mania das limpezas (arranjámos-lhe a “Galinha Imaginária”) e mais, não se podem pisar os tapetes, por causa dos “Malvados dos Espíritos”...mas há mais...eu é que não conto o resto!

A galinha imaginária

Cácáràcacá...cácárácácá...
galinha que o rabo abria
e somente a minha mãe via
e a merdaleja lhe varria...
Cácáràcacá...cácárácácá...
Galinha imaginária sorria
de ver a Tonita que bolia
e com a sua caca corria...
Cácáràcacá...cácárácácá...
a galinha teimosa cagava
e a minha pobre mãe limpava
e com a malvada se zangava...
Cácáràcacá...cácárácácá...
foi o que a galinha arranjou
e assim a minha mãe ficou
e um dia coitada chalou!


_________________________________________________


Ai os malvados!!!

Um dia, alguém disse,
que os’ espíritos se banhavam...
nos copos d’ água dos sedentos...
que de noite beberricavam (água)!
Ora! Uma senhora nossa conhecida...(minha mãe)
imaginou os malvados noctívagos,
abarbatando-se dos seus aposentos...
e mais, que se deitavam...
vejam lá!
Nos seus preciosos e impisáveis tapetes!
- Que desfaçatez! Bandidos! Pivetes!
De manhã... ainda mal acordada...
a senhora furiosa...
dava bordoada nos tapetes!
Espantados...os espíritos...
desapareciam que nem foguetes!
O pobre marido coitado (meu pai)...
abanava a resignada cabeça...
e pensava!...
é a galinha... anda sempre à procura da rolha...
agora os espíritos!...
Que mais lhe faltará...
na caixinha dos pirrolitos????

1 comentário:

  1. Amei seu blogger. Muito lindo e criativo!A sensibilidade dos versos e pinturas deixou-me emocionada!Parabéns!Selma Oliveira

    ResponderEliminar

GOSTO DE COMENTÁRIOS