Realidade ou mito?


És com certeza uma miragem,
oásis perdido no universo.
Procuro-te nesta viagem...
imaginação ou inverso?

Realidade do pensamento?
Sim! Sou nómada e viajante!
Retomo lenta o andamento...
penoso, em procura constante.

Penetra-me um aroma leve
que perpetua em mim o teu ser.
Ai! Miragem...momento breve!

Eco?...Ouço lancinante grito!
É meu? Não! És tu que me chamas!
Procuro... realidade ou mito?

* Este poema é quase tão velho como eu.

5 comentários:

  1. Minha querida amiga
    Lindo poema.

    Eco?...Ouço lancinante grito!
    É meu? Não! És tu que me chamas!
    Procuro... realidade ou mito?

    Adorei.

    Beijinhos

    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Estou a adorar o seu espaço mágico, vou segui-la com atenção, parabéns!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelo comentário que deixaste no meu blog...tão poético e lindo....
    "Retomo lenta o andamento...
    penoso, em procura constante"
    Mas não é isto o que na realidade todos fazemos?? Procurar,procurar,
    ,procurar....
    Lindo! E a pintura que está no portal, é tua? Adorei!
    Este é um blog onde mora a Arte, Margarida! Parabens.
    Um beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  4. Um blogue em que o bom gosto está sempre presente.
    Um poema eventualmente tão velho como nós :)

    ResponderEliminar
  5. parabèns...
    gOSTEI MUITO DE PASSAR POR AQUI.


    ALMA


    Alma parada…
    Alma dormida…
    E assim…
    Nem sei o que sou…

    Não sei o que sou…
    Não sei o que quero…

    Mas sei…
    O que queria ser…

    E sei…
    O que quero…

    Mas quero…
    O que não quero…

    E então
    Fico-me neste dilema…

    De saber…
    Mas não saber…

    Nem o que sou…
    Nem o que quero…

    Lili Laranjo

    ResponderEliminar

GOSTO DE COMENTÁRIOS