DEDICAÇÃO

Amei-te e perdi-me a amar
Na inquietude do teu olhar
Nas profundezas do teu querer
Na magnitude do teu ser
Amei-te e não me canso de te amar
E não me canso de me perder
No dedilhar de teus dedos
Na sensualidade de teus beijos
Na melodia da tua voz
Perco-me de paixão
No futuro presente das horas a passar
Perco-me porque desejo ficar perdida
Na imensidão deste amor
Que vibra a minha vida
Como cordas de um violino
Docemente entoando
De sons e tons o meu querer
Fundindo-me na melodia do teu ser
Perdida assim quero ficar
Embalando a existência que ganhei
no dia em que te achei
e nesse dia à minha alma falei
palavras que só tu e ela entendem
palavras de força e de querer
verbos que só tu e ela podem dizer!

1 comentário:

GOSTO DE COMENTÁRIOS